terça-feira, 21 de abril de 2009

Recomendações para a postura sentada.

- Este texto foi elaborado para proporcionar um maior conforto aos usuários que estão acompanhando o Blog. Vale lembrar que não a necessidade de fazer tudo que solicito, mas o máximo possível que tiverem ao alcance de vocês. Darei um breve fundamento teórico para conhecimento de todos e por fim as instruções de uma boa postura frente ao seu PC.

- A incidência dos problemas relacionados às dores da coluna são tão freqüentes que devem ser tratadas como se fossem uma doença epidêmica e social. (KNOPLICK, 2003)

- De acordo com Nachemson e Jonsson (2000), 80% da população referem ou já referiu dores lombares e são freqüentes entre 25 e 45 anos de idade, em ambos os sexos, atingindo assim o ser humano no período de maior produtividade. Em Homens a uma maior incidência na região lombar e na mulher na região cervical. Viel e Esnault (2000) afirma que a influência do envelhecimento é um fator determinante, após os 35-40 anos de idade, se percebe uma redução da resistência em permanecer sentado por longos períodos. Essa tendência do mundo moderno em permanecer por longos períodos sentados na realização de suas atividades leva a um aumento do quadro algico (dor).
- Conforme Moraes (1992) a pressão exercida sobre os discos intervertebrais é maior quando se está sentado, mesmo com o tronco ereto, em torno de 40% maior que na posição de pé, como mostra o gráfico acima. Quando se flexiona (inclinação para frente) o tronco a situação é ainda pior, exerce uma pressão de 90% comparado na posição de pé. Podendo levar com o tempo a lesões tanto nos discos intervertebrais (Hérnias) como nas vértebras (osteófilos/bico de papagaio,etc) e até áreas periféricas a coluna (dores irradiadas para os membros inferiores).
- O mesmo Nachemson e Jonsson (2000) em suas pesquisas, constatou que o disco ao ser inclinado para frente em apenas 8º a pressão intradiscal era aumentada em 1,5Kg/cm2, o que corresponde a aproximadamente 20Kg de carga externa. Isso nos da uma noção de como sobrecarregamos nossos discos e ligamentos quando inclinamos nosso tronco ao se "debruçar" em cima do teclado para escrever.


- Para uma boa postura Olivier e Middleditch (1998) sugere a inclinação do assento para torna-lo mais confortável, pois essa inclinação influência na pressão exercida sobre os discos e ligamentos. Ele ressalta que um assento inclinado para trás estimula a flexão da coluna lombar sobrecarregando as estruturas ainda mais. Com 5º de inclinação do assento para frente (representação do meio no gráfico ao lado) o indivíduo pode ficar ereto flexionando apenas 25º de flexão lombar, que pode ser reduzida para 15º quando o assento é inclinado 15º para frente. Este tipo de assento também inclina o corpo para mais próximo da superfície de trabalho, proporcionando uma maior comodidade.

- Após essa base teórica percebe-se que é comum e nociva essa dor lombar, felizmente temos como reduzir esse desconforto adotando algumas medidas em nosso modo de sentar. Como sugeri o texto à cima, ter um assento inclinado 15º de preferência é fundamental. Devemos nós ater também aos pés que devem estar apoiados, os joelhos assim como as articulações do quadril devem ficar a 90º ou mais, as costas apoiadas, cúbito (cotovelos) a 90º , antebraços apoiados para aliviar a tensão dos ombros e o monitor na altura dos olhos para deixar a cervical em posição neutra (ver figura a baixo).
- Praticando essas recomendações com certeza contribuirá para uma melhor qualidade de vida frente ao seu PC. Lembrando também que não custa nada de hora em hora se levantar para tomar um copo de água ou até mesmo se alongar, a sua coluna só tem a agradecer.



Referências Bibliográficas


KNOPLICH, J. Enfermidades da coluna vertebral: uma visão clínica e fisioterapêutica. 3 ed. São Paulo: Robe, 2003;

MORAES, A. Diagnóstico ergonômico do posto de trabalho do digitador. Tese de Doutorado. v 3. Escola de comunicação; Universidade do Rio de Janeiro, 1992;

NACHEMSON A; JONSSON E. Neck and back pain: The Scientific Evidence of Causes, Diagnosis, and Treatment. Philadelphia: Lippincott, Williams & Wilkins, 2000;

OLIVIER, J; MIDDLEDITCH, A. Anatomia funcional da coluna vertebral. Rio de Janeiro: Revinter Ltda, 1998;

VIEL, E; ESNAULT M. Lombalgias e cervicalgias da posição sentada. 1 ed. São Paulo: Manoli, 2000;





Um comentário:

Fisioterapia disse...

Parabéns!! As recomendações estão muito boas!!